quinta-feira, 19 de julho de 2012

LPIC - 101 Topico 101.1


Tópico 101.1 Determinar e configurar o hardware - Habilitar e desabilitar periféricos; -  -Diferenciar dispositivos de armazenamento IDE, SCSI, USB;
-Lidar com ferramenta de disgnóstico
-Entender o conceito de sysfs, udev, hald e dbus


Resumão:
  • Os nomes de dispositivos no sistema GNU/Linux são acessados através do diretório /dev.
  • as interrupções do sistemas podem ser visualizadas em cat /proc/interrupts
  • listar dispositivos pci cat /proc/pci
  • ou utilizando o comando lspci
  • lsusb mostra os dispositivos USB conectados no sistema.
  • modprobe carrega o módulo e suas dependências manualmente, o comportamento pode ser modificado em /etc/modules.conf
  • a sintaxe do comando modprobe é modprobe [módulo] [opções]
  • O diretório /proc contém um conjunto de arquivos ``virtuais''. Estes arquivos não existem em disco efetivamente e são criados na memória pelo kernel
  • O lsmod é usado para listar os modulos carregados, independente se estão em uso ou não.
  • O diretório /sys, assim como o /proc é um diretório virtual e possui informações sobre os dispositivos plug and play.
  • O sistema de arquivos sysfs é considerado uma fusão dos sistemas de arquivos procdevfs, e devpty. O sistema de arquivos sysfs enumera os dispositivos e barramentos conectados a um sistema em uma hierarquia que pode ser acessada do “espaço de usuário” ( ou seja, sem ser o root ). O sysfs é projetado para lidar com opções específicas de dispositivos e drivers que anteriormente eram mantidas no /proc/, e trazia a inclusão dinâmica de dispositivos oferecida anterioemente pelo devfs.


    Fonte: guia foca/linux
DBUS -É um sistema de comunicação entre processos numa mesma máquina. Todo sistema operacional que se preze dispõe de recursos de IPC (inter-process comunication), contudo D-Bus foi criado visando facilitar e estabelecer um padrão para a comunicação entre aplicações do desktop. Diferente de outros métodos de IPC ou das conexões TCP, que transportam dados como fluxos indistintos de bits, D-Bus transporta mensagens contendo dados de tipos bem definidos.
Um uso interessante do D-Bus é um plugin para o Rhythmbox que sempre que uma música começa a tocar, ele atualiza minha mensagem de status no GAJIM para uma frase como “Ouvindo Banda Tal, Música Tal”. Isso funciona porque o GAJIM disponibiliza serviços de mudança de mensagem de status na SessionBus.
UDEV - é um gerenciador dinâmico de dispositivos para o Linux 2.6. A sua função principal é o gerenciamentos de nós de dispositivo no diretório /dev. Ele é o sucessor do DEVFS e do hotplug. Ele cria ou remove nós de dispositivo que estão presentes no diretório /dev
HALD – ( hardware abstraction layer daemon ) é um serviço que gerencia o banco de dados de dispositivos que estão conectados ao sistema em tempo real. o serviço utiliza o DBUS para operar os dispositivos. Por exemplo, quando você conecta o pendrive no micro, o dbus inicia o disposivo e já monta ele automaticamente para uso.





Questoes (de simulados na net)101.1


1. Qual comando é utilizado para verificar dispositivos usb conectados ao computador 


 lsusb


2. Qual o programa responsável por listar os módulos atualmente carregados pelo Kernel Linux ? (especifique somente o comando)


lsmod
3. Qual arquivo do diretório /proc é possível visualizar informações sobre IRQ 


proc/interrupts


4.Especifique qual o diretório onde é possível encontrar arquivos de dispositivos do Sistema.


/dev


5.Quais dos dispositivos abaixo são considerados HOTPLUG ?


USB
Disco Rígido do tipo SCSI


6. Normalmente qual é o ID SCSI atribuído a uma controladora SCSI ? (especifique somente o valor)


 7 (nos computadores que verifiquei geralmente é zero)


7.  Em qual arquivo de configuração do Sistema é possível especificar opções aos módulos do Kernel que serão carregados ?


/etc/modprobe.conf


8. Qual comando pode ser utilizado para inspecionar o hardware geral do sistema ?
lspci


9. A seguir a entrada do comando lsusb:

$ lsusb


Bus 001 Device 001: ID 1d6b:0002 Linux Foundation 

Bus 002 Device 001: ID 1d6b:0002 Linux Foundation 


Bus 003 Device 001: ID 1d6b:0001 Linux Foundation 


Bus 004 Device 001: ID 1d6b:0001 Linux Foundation


Bus 003 Device 002: ID 413c:2005 Dell Keyboard




Qual dos seguintes comandos mostrará  a entrada do teclado usando  Bus and Device:
 lsusb -s 002:003
 lsusb -s 003:002
 lsusb -d 002:003
 lsusb -d 003:002




lsusb [opções]
opções:
-v Exibe informações detalhadas dos dispositivos USB conectados ao sistema.
-s [barramento]:[dispositivo]Permite visualizar informação especifica sobre o dispositivo conectado a umdeterminado barramento USB do computador ou sobre todos os dispositivos plugados aum determinado barramento (especificando somente o argumento “barramento”).
-D [dispositivo]Faz com que, ao invés do comando lsusb verificar o diretório “/proc/bus/usb” paraobter informações sobre os dispositivos USB conectados ao computador, ele exibainformações especificas de acordo com o argumento “dispositivo” fornecido pelo usuário.O argumento “dispositivo” deve ser definido como, por exemplo, “/proc/bus/usb/001/001”



10.Qual o significado do  SCSI-Address 1,5,0 ? 

O três números referenciam o  SCSI bus (barramento), device ID, e LUN



11. Qual dos seguintes programas poderia ser usado para carregar os módulos necessários quando
o sistema detecta um dispositivo USB recém-conectado?

 hotplug



12. Em qual arquivo você pode listar todos os canais  DMA usados no seus computador? 

/proc/dma
***se fosse ioports seria
*****/proc/ioports

Nenhum comentário:

Postar um comentário